ELE QUE FOI MEU

2016 ...

Seu endereço é um adereço

no meu recomeço

que eu não me esqueço.


Daquele tropeço

passou o espesso a se diluir

no tempo travesso.


Eu não esqueço pois foi pelo avesso

que me reencontrei e me pesquisei,

só porque eu mereço.


O mundo eu mereço. Limpo eu mereço.

Sujo eu mereço. Tudo eu mereço.

E pelo espaço em que hoje amoleço,


por tanta verdade com que não enlouqueço,

pelo que foste no berço de tanto crescer,

com que ainda me cresço, eu só te agradeço!


Só agradeço, com tanto apreço

dum amor sem nome e uma dor

sem fome que eu mal reconheço.


Só porque eu mereço,

porque me apareço,

porque ti pareço,


porque não tem preço

saber que esclareço

em mim tanta graça com esse viver,


te conviver, me absorver,

tanto do ser, tanto da massa!

Só te agradeço e enalteço


meu coração menos couraça

que ofereço hoje pra mim,

hoje pro não, hoje pro sim,


pra ameaça,

hoje no bom ou no ruim,

pra sua raça.