Espalhamor

Quando vinha acabando Outubro, lá pra 4º semana do mês, um pensamento  que vez ou outra pairava sobre mim finalmente saiu da cabeça e caiu no coração. As coisas que se revelam claras no meu coração ganham algumas vantagens, minha relação com esse grande pedaço do ser é  intensa e íntima.  Se mora no coração, logo logo vai parar nas mãos, nos pés, no caminho da realização, nem que seja pra fazer um primeiro movimento. ;-) 

Pois bem, voluntariar, coisa que faço com relativa constância mas em pequeníssima escala e num contexto muito restrito, de repente tornou-se um verbo necessário e resolvi organizar algo nada original, mas inédito para mim: um show para arrecadar doações. No dia 13 desse mês de Dezembro o  show "Certezas Inacreditáveis" ocupará um lindo salão no aconchegante Espaço Terra Mater e, ocorrendo todo acústico, proporá a escuta de canções inéditas pelo preço da solidariedade.

A entrada será um mínimo de R$ 10,00 + brinquedo, ou roupa ou livros; tanto a parte em dinheiro quanto as demais doações serão 100% repassadas a organizações voluntárias que realizam trabalhos sociais. Eu rapidamente descobri, em conversa com uma amiga, que doaria a parte em dinheiro para a maravilhosa TETO (desce um pouquinho o scroll que tem um post falando sobre ela mais abaixo),  também encontrei dois grupos que trabalham com crianças e jovens severamente carentes, em comunidades em intensa situação de pobreza: o Gera Renda Capacitação e Desenvolvimento de Comunidades (também abaixo) e outro, que divulgarei muitíssimo em breve. No entanto faltava saber o que fazer com as roupas e livros não infantis que iremos receber. De imediato desejei direcionar essa parte à adultos moradores de rua e, porque a solidariedade gera sincronismos impressionantes, em menos de um dia descobri a Espalhamor

Foi comentando com a Joana Melamed Izar, que desde que viu a divulgação deste show no facebook se ofereceu pra ajudar no que fosse necessário, que cheguei até esse pessoal: "ah, eu estou trabalhando com um grupo de pessoas que ajuda moradores de rua (...), mensalmente levamos comida, muitos deles pedem livro e muitos precisam de roupas (...)", fácil assim. 

Pois bem, é com três palavras que o grupo, que ressalta não pertencer a nenhuma instituição religiosa e/ou partido político, se descreve: atenção, afeto e esperança. "Somos nenhum e somos todos. O único pré-requisito para checar é querer fazer algo mais".  

As ações do grupo são mensais e contam com a ajuda de quem quiser ajudar, seja com doações de longe, presença, opinião, ideias, planejamento ou entrega. Pra saber mais é só contactá-los na página que administram no facebook e lhes enviar uma mensagem. Além de ajuda-los através de seu ingresso no show, dia 13, você pode ser tornar um parceiro ativo e mais constante do trabalho.

Quanto as canções que entoarei no dia 13, todas inéditas e vindas das cabeças de compositores comprometidos por demais com nossa contemporaneidade, elas também vieram pra fazer movimento. Será um Domingo de muita movimentação e espalhamento de amor, viva! Lhe aguardamos!